Cinco oficinas são oferecidas a iniciantes

Iniciantes em arte tiveram hoje, 30 de novembro, a oportunidade de entrar em contato com diferentes linguagens artísticas nas áreas de teatro, música, dança, fotografia e desenho. Quarenta e quatro pessoas participaram das cinco oficinas oferecidas para esse tipo de público durante o X Festival de Artes de Goiás. O trabalho continua amanhã, 1º de dezembro, e encerra-se na quinta-feira, 02 de dezembro.

O amigos Mirella Silva, Ricardo Rabelo e Cinthya Cardoso inscreveram-se para a oficina Pin-Lux – Fotografia artesanal com caixas de fósforo, ministrada por Ricardo D’Almeida. Os estudantes do Instituto Federal de Goiás – Campus Inhumas não escondiam o encanto com a arte fotográfica. “Estou achando ótimo porque a oficina não ficou muito na parte teórica; já foi para a prática”, opinou     Mirella.

Entre os oficineiros, muita animação também. Marina Brito, que é responsável por uma oficina sobre iniciação teatral, afirmou que a experiência tem sido uma verdadeira troca. “Eu também estou aprendendo com eles (participantes)”, avaliou a oficineira, que atualmente cursa o último semestre de Licenciatura em Teatro no Instituto Federal do Ceará (IFCE). A oficina ministrada por Marina baseia-se em jogos teatrais no espaço cênico.

Confira as oficinas oferecidas ao público iniciante durante o festival:

  • Danças e Folguedos Tradicionais Cearenses – Lourdes Macena e alunos do IFCE
  • Criação Musical – gênero canção – Felipe Valoz e Sebastião Cláudio Barbosa (IFG)
  • Pin-Lux – Fotografia artesanal com caixas de fósforo – Ricardo D’Almeida (PA)
  • Reaprendendo a Desenhar – Rodrigo Godá (GO)
  • Iniciação Teatral: jogo e espaço cênico – Marina Brito (IFCE)

Coordenação de Comunicação Social/Campus Anápolis

Texto: Priscylla Dietz
Fotos: Sílvio Quirino