Debates sobre dança, imagem e música marcam 5º dia de festival

Seminário Diálogos Interartes, com participação de Ciane Fernandes, de Makely Kada e Edith Derdyk

Realizado durante o X Festival de Artes de Goiás, o 9° Seminário de Educação Estética apresenta debates importantes sobre o mundo da arte no Instituto Federal de Goiás (IFG) – Campus Goiânia. Nesta quarta-feira, 1º, houve a mesa-redonda Diálogos Interartes, com discussões sobre dança, música e artes visuais, e participação da professora de Teatro da Universidade Federal da Bahia Ciane Fernandes, da artista plástica de São Paulo Edith Derdyk, e do músico Makely Ka.

.
Com o tema Polifonia Somática: a integração criativa, Ciane Fernandes iniciou os debates, apresentando algumas características da arte contemporânea: complexidade e simultaneidade crescentes, falta de espaço físico, tempo comprimido – cada vez mais as pessoas têm menos tempo para realizar atividades. A professora enfatizou a dança-teatro por não ter um estilo definido. “Há um interesse pelo ser humano e suas motivações mais íntimas do que pelo movimento puro”, esclareceu Ciane.

.

Edith Derdyk continuou a discussão abordando a importância do desenho nas várias áreas de atuação. Passando para o assunto música, Makely Ka ressaltou a musicalidade na linguagem falada. “Os homens estão perdendo essa tradição da musicalidade na fala com o processo da escrita”, afirmou o músico.

.
Satisfação
Docentes de artes dos diversos campi do IFG e de institutos federais de outros estados presentes no seminário se mostraram bastante satisfeitos com a atividade. “Achei fantástica a fala dos três convidados, representando bem a polifonia. A musicalidade não é só instrumental, mas a forma da palavra também”, disse o professor de Artes Visuais do Instituto Federal do Maranhão, Miguel Veiga.

.

Coordenação de Comunicação Social / Campus Luziânia
Texto: Francyelle Rocha
Foto: Sílvio Quirino